sexta-feira, 19 de outubro de 2012

COTIDIANO

Sou de peixes e por isso eu tendo a divagar mais do que as outras pessoas e posso dizer que sou uma pessoa muito abstrata para muitos conceitos, tudo em um tom bem definido, mas nem sempre baseado em algum conceito rotineiro ou de senso comum.

Eis as palavras do dia do insight:

"Hoje mesmo passei espontaneamente a refletir nas mil possibilidades que temos para fazer tudo e não me perguntem o porque mas o exemplo que venho a minha mente foi o de um pai instruindo o filho a como dizer "Oi" e se apresentar para as pessoas.
Para começar eu não tenho filhos, mas eu já me perguntei como eu agiria com um filho meu em algumas situações.
Vejo pais recriminarem os filhos no metrô/ônibus e às vezes por coisas tão desnecessárias.
Poxa, as crianças exploram todo o mundo ao seu redor sem medo e aí são punidas por isso com frases como "Para com isso menino, parece besta!"(adoro essa) ou "Sai daí moleque!" e as crianças passam então a ter medo do mundo e receio dos pais e crescem tímidos.

PARABÉNS sociedade!
Que esgoto humano é esse que estamos criando?

Pelo amor do que acreditarem!

Não é engraçadinho quando uma criancinha faz algo de um forma não muito convencional? Rimos que é uma beleza... Tiramos fotos... É tudo uma festança, não é?

Pelo mesmo motivo que ela está fugindo do comum, ela também tende ao erro. Isso tudo é consequência da inocência e da ingenuidade! Ou seja, recriminar uma pessoa por ser ingenua!?
Eh, isso aí! Vou comprar o bolo para festejar também!

Será que dá pra desligar a novela e trocá-la por uma conversa honesta com seu filho?
Instrua-o, mostre a ele o que é digno de se fazer, fazendo! VC É QUE PARECE BESTA!

A vida é extremamente linda e hilária TODOS OS DIAS SIM, mas esse é um privilégio dos grandes observadores e adivinha só quem são eles? Vossos benditos filhotes. Deixe-os explorar!

Ouvir e ver mais do que ficar falando asneira.
Isso já me ensinou muito e agora, com técnica aprimorada devido aos anos de prática, eu continuo a aprender na velocidade da luz e são coisas tão minúsculas aos olhos comuns que só quem vivencia o que estou descrevendo é que sente da mesma forma.

Querem um exemplo?
Reparem que em muitas vezes o reclamante causa tanto problema quanto aquilo sobre o que ele está a reclamar.
O indivíduo que reclama por não ter lugar para se sentar muitas vezes não se levanta para alguém mais merecedor de um assento do que ele. Ou vai me dizer que nunca viu isso?

EU JÁ VI GENTE FINGIR QUE ESTÁ DORMINDO PARA NÃO LEANTAR!

Que "b-surdo", gente!

Eh, eu sei que ter tempo é realmente complicado nos dias de hoje mas tudo é muito adaptável e variável também. Tem muita questão de interesse nessa história toda.
Uma hora de novela por dia convertida em horas de exercício, leitura, línguas ou o que quer que seja com certeza surtirá efeito em pouco tempo. E aí, qual é a tua? Vai ficar aplaudindo sucesso alheio ou vai correr atrás do teu, sabendo que existem milhões de saídas possíveis?

Já pensou na quantidade de energia despendida em algo que você faz todos os dias?
Se você escolher alguma coisa que possa ser substituída como uma caminhada no parque ao invés de uma hora na academia, por exemplo, e dedicar-se tanto quanto para absorver coisas novas, imagine o quão seu potencial terá ampliando quando você retornar à academia. Em prática, no parque você verá pessoas diferentes executando exercícios comuns mas com técnicas diferentes e automaticamente ao retornar para a academia você passa a comparar performances e resultados das duas técnicas em você e nos seus companheiros.

O cotidiano é uma sala de aula 24hs por dia com exemplos infinitos para você se espelhar ou se polir/moldar.

Lembrem-se que as mãos do artista são vossas próprias! Moldem e explorem. A vida está aqui para ser observada e experimentada quando conveniente a cada um de nós. Só prestem mais atenção nos detalhes cíclicos do cotidiano.

É tudo tão simples, povo!

----
A foto foi um acaso que aconteceu essa semana.

Eu estava no ônibus e um rapaz jogou a rosa no lixo e ela ficou tão poética ali que tirei uma foto e a deixei ali para dar o soco intelectual em muita gente.

E não é que a rosa no lixo meio que combinou com o tema do texto, rapaz? :)

Nenhum comentário:

Google Website Translator Gadget

Seguidores